Técnico Jorginho diz que não vai pregar para os jogadores do Flamengo que acabou de assumir

Técnico de futebol Jorginho, evangélico a mais de 25 anos, ficou conhecido pelo discurso abertamente evangelístico que fiz no início de sua carreira. No comando do clube de futebol América, o técnico pregou para os jogadores e tentou trocar a tradicional mascote do clube que era um diabo por uma águia.

Jorginho é irmão de um pastor da Igreja da Graça, e abriu as portas para pastores na seleção brasileira quando era auxiliar de Dunga.  Agora no Flamengo, o técnico mudou o discurso e diz que será mais “tolerante”.

“Este assunto de religião não tem nada a ver. Aqui a coisa é profissional. O tempo passou, nós amadurecemos. É cada um com seu cada um, como diz o Aílton (Ferraz, seu auxiliar técnico), Gostaria de deixar muito claro a questão profissional. Religião é uma coisa extra… não interfere em nada, nós vamos trabalhar para o Flamengo. Um trabalho sério, de mapeamento de todos os jogadores”, explicou Jorginho aos repórteres.

O treinador se considera mais preparado profissionalmente, depois de experiências em América (RJ), Goiás, Figueirense (SC), Kashima Antlers (Japão), além da Seleção Brasileira. Ele já havia recusado convites para treinar o Flamengo em duas ocasiões anteriormente.

Sua estreia no comando do Flamengo será sábado contra o Boavista, na segunda rodada da Taça Rio. Seu contrato vai até dezembro de 2014. Otimista, disse acreditar que ficará ainda mais tempo à frente do time que defendeu na década de 1980.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[ajax_load_more post_type="post" sticky_posts="true" button_label="Mais posts"]