Gospel Plus

Suposto pastor planeja roubar dízimos da Igreja Internacional da Graça

Foi preso nesta terça-feira (30) o pastor Josué Alves, da Igreja Mundial do Poder que foi acusado de liderar uma quadrilha para assaltar um templo da Igreja Internacional da Graça de Deus, liderada pelo missionário R.R. Soares, em Porto Velho, capital de Rondônia.

Josué Alves, que anteriormente foi pastor Igreja da Graça, foi preso pela Polícia do Serviço de Investigação de Captura (SEVIC), junto com a quadrilha e afirmou que as informações para a realização de assalto haviam sido passadas pelo pastor Eduardo, que atua na Igreja da Graça.

O delegado Paulo Kakionis, do 1º DP, afirmou que Eduardo não possuía envolvimento com o roubo, e que Josué tentava incriminá-lo para conseguir algum benefício no inquérito. Durante a ação da Polícia Civil que resultou na prisão da quadrilha, houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido, e um dos envolvidos conseguiu fugir.

Os componentes da quadrilha presos foram: Mateus Lima Vieira, 18 anos; Romário Antero da Silva, 19; Leandro Garcia da Silva, 21; Anderson Souza da Silva, 19; Francisco Claudio, 22; Elisvaldo dos Santos, 23; Rogerio Gomes, 22; e Jeferson Andrade, 23.

Segundo informações da mídia local, Josué Alves trabalhava no templo sede da Igreja Mundial em Rondônia, além de liderar uma congregação da denominação e trabalhar no estúdio da IMPDTV, emissora responsável pela transmissão da programação local da Mundial. Quando foi preso, Josué estava vestido com uma camisa com o logo da emissora da igreja.

Antes, Josué já havia sido acusado de participação no assalto à Igreja da Graça em dezembro de 2012, após um culto de Santa Ceia, quando foram levados R$ 50 mil.

Assista:

Gospel Plus

Feliciano e Bolsonaro são denunciados por campanha do ódio

Na próxima semana a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) enviará uma representação ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, contra os parlamentares Marco
Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), e Jair Bolsonaro, membro suplente da mesma comissão.

O pedido é que a Corregedoria da Câmara puna os dois por quebra de decoro parlamentar em virtude de divulgação de vídeos considerados difamatórios. Em um dos vídeos, Bolsonaro teria editado a fala de um professor do Distrito Federal em audiências na Câmara para acusá-lo de pedofilia e utilizou imagens de deputados a favor da causa homossexual para dizer que eles são contrários à família.

Wadih Damous, presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, disse que essas campanhas de ódio representam o rebaixamento da política brasileira. “Pensar que tais absurdos partem de representantes do Estado, das Estruturas do Congresso Nacional, é algo inimaginável e não podemos ficar omissos. Direitos Humanos não se loteia e não se barganha”, disse.

“A Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB será protagonista no enfrentamento a esse tipo de atentado à dignidade humana”, completou Damous.

A campanha difamatória vem sendo difundida na internet contra os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), Erika Kokay (PT-DF), Domingos Dutra (PT-MA) e os ativistas Tatiana Lionço e Cristiano Lucas Ferreira, ambos do Distrito Federal.

Na reunião com a CNDH da entidade dos advogados estiveram presentes, além dos deputados acusados na campanha difamatória, representantes da secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República, do Conselho Federal de Psicologia, e ativistas dos movimentos indígena, de mulheres, da população negra, do povo de terreiro e LGBT.

O deputado Jean Wyllys considerou o encontro extremamente importante para levar para o centro das discussões um tema que é normalmente tratado como um tema menor da política e relegado à periferia aos assuntos de interesse da OAB. Segundo ele, a Frente em Defesa dos Direitos Humanos e Minorias vem fazendo o possível para que os responsáveis pela campanha difamatória não permaneçam impunes.

“Estamos falando de um ataque criminoso de parlamentares contra cidadãos brasileiros. Eu fico muito feliz com essa decisão da OAB porque o sentimento de desamparo que esses ativistas estão sentindo eu também experimentei. Só que eu tenho uma vantagem: sou deputado federal e tenho minimamente uma estrutura que pode servir de defesa pra mim”, disse o deputado Jean Wyllys.

Gospel Plus

AD de Madureira completa 60 anos desde a construção de seu primeiro templo

5670701615_f71949abb0_z

Nesta quarta-feira (01) estará completando 60 anos desde que o templo construído pela Assembleia de Deus Ministério de Madureira, foi inaugurando no ano de 1953. Hoje o templo é sede do Ministério de Madureira e é liderado pelo pastor Abner Ferreira.

O templo localizado em Madureira levou cinco anos para ser concluído, possui uma arquitetura clássica. A sede foi idealizada pelo pastor gaúcho Paulo Leivas Macalão, que também foi quem deu os primeiros passos da construção.

O pastor Paulo Leivas também foi um grande compositor, sendo dele a autoria de vários dos hinos encontrados na Harpa Cristã. O pastor construiu o primeiro templo do hoje ministério de Madureira no Sudeste do Brasil em 1933. Só em 1939 o pastor transferiu a sede da igreja para o bairro Madureira, onde nove anos depois começou a construção do grande templo que hoje está completando 60 anos.

Gospel Plus

A presidente do Brasil apresenta nova proposta de destinação dos royalties

Nesta terça-feira (30) a presidente Dilma Rousseff declarou que enviará ao Congresso Nacional uma nova proposta sobre o uso integral dos royalties do petróleo da camada pré-sal na área da educação. Caso não seja aprovada no congresso até 12 de maio deste ano, a Medida Provisória perderá sua validade.

“Nessa questão da educação, somos teimosos, somos insistentes, e vamos enviar uma nova proposta para uso dos recursos, royalties, participações especiais e o recurso do pré-sal, para serem gastos exclusivamente na educação. O Brasil precisa de duas coisas para melhorar a educação: da vontade de todos nós, a vontade política do governo e a paixão das famílias, mas também precisa de recursos”, disse a presidente durante discurso em Campo Grande.

A presidente do Brasil recebeu o título de cidadã sul-mato-grossense da Assembleia Legislativa do estado e ressaltou que nenhum país do mundo se torna desenvolvido sem educação em tempo integral. Ela disse que o governo e as famílias devem valorizar a educação desde a creche, onde, segundo ela, as desigualdades começam a ser combatidas, com as crianças recebendo os mesmos incentivos e estímulos educacionais. Depois, segundo ela, é preciso buscar que todas as crianças estejam plenamente alfabetizadas até os oito anos, para que o desenvolvimento posterior se torne mais fácil.

“Nós mudamos, somos respeitados no mundo, somos um país forte, somos uma das maiores economias, temos uma agricultura forte e competitiva, uma indústria forte e competitiva, temos uma população trabalhadora, capaz, que não desiste nunca, que entra pra ganhar. Nesses últimos dez anos, enterramos o complexo de vira-lata. Vamos aproveitar, levantar bem o nariz e ter muita autoconfiança, porque nós somos de um país vencedor”, concluiu Dilma.

Gospel Plus

Wagner Moura irá interpretar pastor em novo filme brasileiro

1242564O ator brasileiro Wagner Moura, irá interpretar um pastor que fará parte de elenco principal do filme “Praia do Futuro”, com previsão de estreia para o segundo semestre deste ano.

Wagner Moura, que interpretou o Capitão Nascimento no filme de grande sucesso no Brasil “Tropa de Elite” vai interpretar um pastor evangélico, chamado Donato, que é salva-vidas na Praia do Futuro. Ao fazer o salvamento do alemão Konrad, interpretado por Clemens Schick, Donato irá desaparecer.

O sumiço do salva-vidas será investigado por Aylton, interpretado por Jesuita Barbosa, seu irmão caçula que irá até Berlim, na Alemanha, para tentar descobrir o que aconteceu com o seu irmão.

O filme é dirigido por Karim ainouz e é uma produção em parceria entre o Brasil e a Alemanha. As locações que serviram para rodar o longa foram feitas em Berlim, Hamburgo e no Ceará.

Gospel Plus

Gay é a favor de Feliciano e pede oração para deixar a homossexualidade

A cantora Vanilda Bordieri, entrevistou um jovem chamado Robson, homossexual assumido, que apoia o pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados e se mostra ser contra o casamento gay.

O jovem foi chamado de corajoso pela cantora que mantém na internet o programa “FotoCantora” onde entrevista personalidades do meio evangélico como é o caso do vídeo postado nesta terça-feira referente a entrevista de Robson.

Na entrevista o jovem fala sobre sua família evangélica e da criação que teve, dizendo inclusive que sabe que não será salvo. “Eu tenho medo do arrebatamento”, disse ele que crê na Bíblia.

“Como eu fui evangélico até os 18 anos eu acho que ele [Marco Feliciano] está certo e eu estou errado”, disse ele a respeito da homossexualidade. “Eu acho que os gays até podem morar junto, mas não devem se expor como muitos estão se expondo”.

O jovem tem um namorado e mesmo assim sonha em um dia deixar o homossexualismo, pedindo ajuda dos evangélicos para orar por ele, além de demonstrar carinho. “Eu sempre choro e sofro”, disse ele.

A história que Robson narra pode ser a mesma que milhares de homossexuais passam não só no Brasil como no mundo, já que o preconceito existe.

Na opinião do jovem ele nasceu dessa forma, mas sabe que através de Deus ele pode mudar sua orientação sexual. Ele diz também que não se sente a vontade em demonstrar afeto em locais públicos, pois sabe que a sociedade não está preparada para ver as relações homoafetivas.

Assista:

Gospel Plus

Profissão Repórter: Cantores da música gospel e secular foram entrevistados

O programa Profissão Repórter apresentado pela Rede Globo nesta terça-feira (30), abordou o tema sobre diferentes misturas musicais, fez a entrevista de cantores gospel e também de cantores da música secular.

Caco Barcelos e a equipe do programa jornalístico da Rede Globo entrevistaram cantores evangélicos como Juliano Son, do Livres para Adorar, Lito Atalaia entre outros.

Um ritmo que se destacou no programa foi o axé gospel, que vem conquistando espaço músical no Brasil, consiste em músicas com o ritmo das alegres músicas populares da Baia, porém com letras evangelísticas que falam sobre a Palavra de Deus e os ensinamentos de Jesus.

O programa que foi transmitido nesta terça-feira à noite, também contou com a presença de grandes cantores da música secular brasileira como Gusttavo Lima, que contou um pouco da sua carreira em meio às músicas do ritmo sertanejo universitário, entre outros cantores populares no Brasil.

Gospel Plus

Programa Sagrado: Atores da Globo falarão sobre suas crenças

124250

A rede Globo preparou uma nova edição do programa “Sagrado”, que reúne pessoas de várias religiões e abre o espaço para cada um se posicionar sobre alguns aspectos de suas crenças.

Desta vez o programa terá algumas novidades, como artistas famosos que serão convidados para falar de suas religiões. Entre eles estão os atores Juliana Paes, que defenderá o candomblé; Eriberto Leão, explicando o catolicismo e Mayana Neiva falando sobre a umbanda.

Além deles, alguns líderes protestantes, espíritas, islâmicos, budistas e judaicos também falarão sobre suas crenças.

O programa “Sagrado” estreou nesta segunda-feira (29) e será transmitido de segunda a sexta por volta das 4h45 da manhã e aos domingos a partir das 5h45.

124251 1242511
Gospel Plus

OAB quer cassação de Marco Feliciano e Jair Bolsonaro

Marco Feliciano deverá enfrentar novo impasse contra sua permanência na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deverá apresentar uma representação contra o parlamentar, o documento será recebido pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara dos Deputados. O órgão quer a abertura de processo disciplinar contra Feliciano e Jair Bolsonaro por quebra de decoro parlamentar.

Marco Feliciano responde processo aberto pelos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), Erika Kokay (PT-DF) e Domingos Dutra (PT-MA). Na ação movida contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), os parlamentares acusam Feliciano de difamação, devido a um vídeo lançado pela produtora WAP TV no auge da crise resultante da eleição do pastor para a presidência da CDHM.

Bolsonaro é acusado de ter editado um vídeo com trechos da fala de um professor do Distrito Federal durante discurso deste numa audiência pública da Câmara.

O vídeo, considerado difamatório, acusa o professor de pedofilia, e contém imagens de deputados federais simpáticos à militância LGBT, associando-os à ideia de que há uma luta contra a família, de acordo com informações do Jornal do Brasil. O Youtube, onde o vídeo foi publicado, retirou o material do ar.

“Pensar que tais absurdos partem de representantes do Estado, das Estruturas do Congresso Nacional, é algo inimaginável e não podemos ficar omissos. Direitos Humanos não se loteia e não se barganha”, disse o presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous.

Se a Corregedoria da Câmara aceitar a abertura do processo, as investigações podem resultar na cassação do mandato de ambos os deputados.

Gospel Plus

Paralítico anda nos Gideões e Abílio Santana desafia Jô Soares a mostrar

Na última sexta-feira (26) durante pregação do polêmico conferencista Abílio Santana no Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, um paralítico deixou sua cadeira e passou a andar, eufórico o pregador desafiou Jô Soares a divulgar o milagre em seu programa.

Abílio também elogiou a atuação do pastor Marco Feliciano na Câmara e afirmou que estava triste por conta de vários parlamentares que se calaram e não apoiaram o deputado.

Marco Feliciano foi o mais comentado neste congresso pois desde que assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara tem sido alvo de críticas de ativistas de movimentos LGBT que o acusam de homofobia e racismo, além de pedir a saída do parlamentar da liderança do colegiado.

O pregador também convidou o pastor Marco a ler Levíticos capítulo 20 versículo 13 que condena a prática homossexual.

“Eu quero dizer que Deus vai levantar um grupo para segurar forte lá em Brasília. Eu estou lhe dizendo: O senhor não está sozinho. Deus vai levantar em 2014 homens comprometidos com a verdade para estar lado a lado com o senhor”, disse o conferencista.

Muito emocionado com o milagre Abílio pedia: “Filma isso Jô Soares, filma isso, filma isso”, desafiando o apresentador a mostrar o milagre em seu programa.

Assista ao vídeo: