Somos invisíveis para o governo diz Marco Feliciano

 

Dilma Rousseff deverá receber evangélicos na próxima semana, Depois de receber críticas e represálias de líderes evangélicos por ter recebido apenas representantes da causa gay, a presidente Dilma deverá receber também representantes evangélicos no Palácio do Planalto.

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) disse nesta quarta-feira (3) que não há uma data confirmada ainda, mas que será definida no propósito de continuar debatendo acerca do “o momento nacional”.

A reunião terá a finalidade de o governo dar um resposta acerca das manifestações que tomam conta do Brasil ainda.

Na semana passada, pelo twitter o pastor Marco Feliciano mandou uma mensagem para o pastor Silas Malafaia. “Somos ou não somos invisíveis?”, questionou. Em resposta Silas escreveu que até as “vadias” tem sido recebido no planalto, mas o evangélicos tem sido esquecidos.

Segundo o ministro, a presidente Dilma ainda receberá a partir de sexta-feira, movimentos organizados do campo, além de ativistas da cultura digital, do movimento feminista, entre outros, ligados a desigualdade racial e indígena. Além de autores de blogs populares.

“Seria um ciclo novo que estamos abrindo, além dos que já fizeram, sempre nessa perspectiva da importância de ouvir a sociedade, as demandas, aquilo que as ruas manifestaram”, disse.

“É um momento da presidenta ouvir diretamente questões, sugestões, análises do movimento sobre o momento nacional e, claro, apresentar as suas demandas, que, na medida do possível, serão tratadas depois pelo governo”, completou o ministro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[ajax_load_more post_type="post" sticky_posts="true" button_label="Mais posts"]